Morango

 

Embora tenha começado a ser cultivado no ocidente somente após 1300dC, o morango é usado por povos em todo o mundo com os mais diversos propósitos há séculos.

 

Na América do Sul, antes da chegada dos europeus, a fruta era usada em trocas, enquanto índios norte-americanos o usavam como remédio, especialmente em mulheres, buscando a limpeza de toxinas do corpo e auxílio em questões de fertilidade e gestação saudável.

 

Na Ásia, as propriedades desintoxicantes dessa fruta já eram conhecidas em 2600aC, época em que o Imperador Amarelo usava as folhas do morango como chá para desintoxicar e reduzir os efeitos do envelhecimento. Já os romanos usavam o morango para levantar o ânimo e para aliviar o mau hálito, bem como em tratamentos de uma variedade de problemas digestivos.

 

Porém, desde o início, o morango teve sua popularidade ligada a fertilidade e continua assim desde então. Ele aparece em mitos europeus como um indutor de fertilidade e gerador de amor, adorado por Deusas como Vênus, Afrodite e Freya, além da Virgem Maria cristã. Dizia-se que quando compartilhamos o fruto com alguém, o amor nasce entre o casal.

 

Na tradição folclórica Bávara, os morangos são colhidos e dispostos em cestas penduradas em chifres de gado como oferenda aos espíritos da natureza locais, para que tenham bezerros saudáveis e vacas com leite abundante.
Dizia-se que se uma mulher grávida carregar folhas de morango no bolso, estas aliviariam as dores da gravidez. Entre criar amor e gerar filhos, o morango tem sido reconhecido como uma ervinha bastante poderosa.

 

Não é de admirar, portanto, que ele tenha desfrutado de uma posição sólida entre mitos e lendas como uma erva ligada à fertilidade. O morango é membro da família Rosaceae, a mesma das Rosas, conhecidas pelas propriedades de gerar o amor.

 

Morango

 

O Morango na Magia

 

A magia do morango é a magia da dedicação à fertilidade. Reproduzindo-se primariamente em corredores, a planta doa de si mesma até que as mudas mais jovens estejam bem estabelecidas. A planta-mãe pode doar-se completamente caso o solo não seja propicio para as mais jovens, chegando ao ponto de jovens morangos darem frutos enquanto penduradas numa planta-mãe que está em uma cesta ou solo pavimentado. Dessa forma, essa planta nos ensina muito sobre a dedicação materna e de capacidade de criar e produzir mesmo quando as condições não parecem as certas.

 

Através de suas sementes, o morango continua essa lição, já que elas ficam na parte externa do fruto e podem germinar mesmo sem solo algum. Essa planta sabe que, no fundo, não importa as condições, ela tem o poder para o sucesso. A magia do morango é a magia do sucesso através da visão interior que se sustenta até que o mundo exterior esteja preparado para que ela se torne realidade.

 

O sucesso, como o morango nos ensina, necessita de preparação adequada de si mesmo. Como ele poderia sustentar tantos de uma vez se não estiver devidamente preparado para isso? Seu hábito de florescer e dar frutos logo que a primavera começa fala de sua preparação, já que ela sacode o sono invernal para longe em troca de uma corrida para a fertilidade. Pessoas através das eras tem reconhecido as características gentilmente desintoxicantes, antibacterianas e adstringentes do morango. Essas mesmas propriedades nos encorajam a gentilmente nos preparar para novos projetos e períodos de fertilidade. Se o morango entrou em sua vida, provavelmente seja tempo de limpar-se para abrir caminho em seu corpo, mente e espirito para uma nova estação em sua vida.

 

As plantas do morango são perenes. Quando cultivadas, as plantas podem viver por volta de 3 ou 4 anos, enquanto plantas de morangos selvagens podem viver por até 10 anos. Se o morango chegou a você relacionando-se a um projeto especifico, espere que tal projeto tenha uma duração média, nem longo, nem curto. Projetos relacionados ao morango tendem a ser projetos com um tempo de duração especifico ou relacionados a uma certa fase da vida, já que a planta não vive eternamente. O tipo de morango (se selvagem ou cultivado) que aparece no projeto pode dar uma dica do tempo que tal projeto terá, especialmente se o tipo de planta estiver intimamente ligado à natureza do projeto em questão.

 

Morangos silvestres tendem a ter frutos menores, mas com suas energias e propriedades curativas mais intensificadas em cada fruto, ao contrário de seus primos cultivados. Assim, se seu projeto cresceu desordenadamente ou chegou a você de forma descontrolada e selvagem, você pode esperar um período longo de energia mais concentrada e frutos pequenos, mas intensos. Por outro lado, se o projeto foi cultivado com cuidado, você deve ter grandes e abundantes frutos, mas por um período curto de tempo.

Na astrologia, o morango é considerado uma planta feminina, ligada ao elemento água e governada por Vênus. 


Fonte: Equipe Interlunium